Prouni – Guia Completo

0
418

O Programa Universidade Para Todos (PROUNI) é uma opção que muitos estudantes têm feito nos últimos anos. Criado pelo Ministério da Educação, esse programa é, basicamente, um sistema de bolsas para que estudantes de baixa renda possam cursar uma graduação em uma instituição particular.

Embora seja um tema muito discutido na mídia, alguns estudantes ainda têm dúvidas sobre como funciona esse programa, quais os requisitos para ter acesso às bolsas e como solicitá-las junto ao MEC. Neste artigo, tiramos essas e outras dúvidas sobre o PROUNI. Informe-se!

Quem pode ser contemplado pelas bolsas do PROUNI?

O público-alvo do PROUNI são estudantes de baixa renda que desejam cursar uma graduação em uma instituição particular de ensino. Para participar do PROUNI, os candidatos devem se enquadrar em um ou mais dos perfis abaixo:

– Ter cursado TODO o ensino médio em uma escola ou colégio da rede pública ou, em caso de ter estudado em uma instituição privada, ter recebido bolsa integral. Nessa situação, o critério socioeconômico também é levado em consideração.

– Possuir alguma deficiência física, clinicamente comprovada. Nesse caso, o critério socioeconômico também é levado em consideração.

– Ser professor da rede pública de ensino.

– Ter obtido, no mínimo, 450 pontos em cada uma das áreas do conhecimento no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e NÃO ter zerado a redação.

É importante lembrar que o critério socioeconômico exige que o candidato tenha uma renda familiar bruta inferior a 1,5 salário mínimo (para bolsas integrais) e entre 1,5 a 3 salários mínimos (para bolsas parciais).

Como me inscrever no PROUNI?

Desde que obedecidos os critérios dos quais falamos acima, os candidatos podem se inscrever pela internet, de forma gratuita. O processo seletivo do PROUNI acontece duas vezes ao ano, no princípio de cada semestre letivo.

Nesse processo, são considerados alguns fatores, como, por exemplo, o curso desejado, o critério socioeconômico e também o desempenho no ENEM. Quem for aprovado consegue bolsas de 50% ou integrais durante toda a graduação.

O estudante deve selecionar duas opções de cursos que sejam do seu interesse e ir acompanhando a nota de corte relativa a cada um deles. Lembrando que essa nota é atualizada todos os dias pela manhã, até que se termine o prazo final para a inscrição.

Vale a pena ressaltar que, para a inscrição, será necessário ter em mãos o número do CPF e a senha de inscrição do ENEM.

Quais são as instituições que fazem parte do programa?

Como dissemos, o PROUNI está destinado a estudantes de baixa renda, interessados em cursar uma graduação em uma instituição privada. Sendo assim, para ter acesso às bolsas do programa, o estudante deve escolher uma faculdade que faça parte do PROUNI, já que nem todas disponibilizam bolsas para esse fim.

Para saber quais são as faculdades que fazem parte do PROUNI, basta ingressar no site oficial do programa e realizar a consulta das faculdades participantes. Isso também pode ser feito no aplicativo do PROUNI.

Quais as diferenças entre o PROUNI e outros sistemas de bolsas?

A principal diferença é que o PROUNI é um programa estatal, ou seja, criado e mantido pelo governo. Por isso mesmo, para ter acesso às bolsas, os estudantes passam por um processo seletivo.

Já outros sistemas de bolsas da iniciativa privada não exigem processos seletivos e os descontos acontecem de forma direta.

Em ambos os casos, é preciso estar atento para as instituições parceiras dos programas.

Estude Por Menos x Prouni

Mas se você não conseguiu o Prouni. O que fazer? Uma boa alternativa é o Estude Por Menos, um site que tem parceria com mais de 250 faculdades em todo Brasil, oferecendo para alunos novos, descontos de 10 a 75% nas mensalidades até o final do curso.

No Estude Por Menos, as bolsas oferecidas são para Graduação, Pós-graduação, Cursos técnicos, Cursos profissionalizantes, Cursos de Idiomas e Educação Básica, e para conseguir a bolsa, é necessário pagar uma única vez a taxa de pré-matrícula, que varia de acordo com o percentual de desconto oferecido pela instituição de ensino.

Por isso, o Estude Por Menos é uma ótima opção para quem não conseguiu o Prouni e precisa de uma ajuda na hora de custear os estudos.

Veja também: Vai fazer o TCC esse ano? Confira as Regras ABNT 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here